Psicólogo Ilcemar De Oliveira
R$ 90
Pague por:
Cartão
Pix
Transferência
50 a 60min
duração da
consulta
Atende
Adultos
Adolescentes
Idosos
Crianças
Ilcemar de Oliveira
Psicólogo Ilcemar De Oliveira
Psicólogo
CRP 06/114262
São Paulo
Adolescência
Ansiedade
Borderline
Câncer
Conflitos Amorosos
Estresse
Estresse pós-traumático
Morte e Luto
Relacionamentos
Saúde Mental
Suicídio
Transtorno Bipolar
Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG)
Transtorno de Estresse Agudo
Transtorno de Estresse Pós Traumático (TEPT)
Transtornos da Personalidade
Transtornos de Humor
Transtornos Depressivos e de Humor
Psicanálise
Psicossomática Psicanalítica
Psicoterapia Breve
R$ 90
Pague por:
Cartão
Pix
Transferência
50 a 60min
duração da
consulta
Atende
Adultos
Adolescentes
Idosos
Crianças

FORMAÇÃO E CURSOS

O Psicólogo Ilcemar de Oliveira é especialista em psicopatologia na abordagem psicanalista. Atua há alguns anos exclusivamente com atendimentos clínicos, utilizando principalmente a Psicoterapia Breve e a Psicodinâmica Psicanalítica.

Possui vasta experiência no atendimento de Adolescente, adultos e idosos, os quais vem especializando em casos como os de ansiedade, depressão, relacionamento interpessoal, autocontrole, autoconhecimento, insegurança, medo, timidez, dependência química, dependência emocional, estresse pós-traumático e luto.

Anteriormente atuou como Consultor e Avalista Psicológico do programa de saúde ocupacional da companhia de trens metropolitanos, responsável pelo diagnóstico e acompanhamento funcionários passaram por situações estressoras.

SOBRE MIM

Olá,

Você já notou que algumas pessoas conseguem se manter na maior parte do tempo felizes?! Ao mesmo tempo de outras então sempre insatisfeitas com suas conquistas, e até mesmo infelizes?

Qual a diferença entre esses dois tipos pessoas?

Encontrar a resposta para essa pergunta é mais complexo do que parece.

Acredito que individualmente a resposta para essa questão já nos foi acessível, mas conforme a vida foi no impondo dificuldades e fomos experimentando seus amargores, nos distanciamos do um dia já foi natural.

Penso que poderíamos, mesmo que com algum esforço, enxergar as pequenas possibilidades de felicidade ao realizar pequenos desejos.

Mas para isso e fundamental aceitar (não necessariamente se contentar) o que nos é possível no momento.

Saboreando cada pedaço da experiência diária, aprendendo com as vitórias e principalmente com as derrotas. Afinal, se eu não aprender com essas lições ou me perdoar por minhas falhas no passado, quando me perdoarei? E como e quando poderei ir além?

Se me permitir, posso lhe ajudar a encontrar as suas respostas para essas e várias outras perguntas. Marque sua consulta.


Psicólogo Ilcemar de Oliveira
  Vídeo online
  Presencial
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
* Horários de Brasil/Brasília
Carregando horários...

FORMAÇÃO E CURSOS

O Psicólogo Ilcemar de Oliveira é especialista em psicopatologia na abordagem psicanalista. Atua há alguns anos exclusivamente com atendimentos clínicos, utilizando principalmente a Psicoterapia Breve e a Psicodinâmica Psicanalítica.

Possui vasta experiência no atendimento de Adolescente, adultos e idosos, os quais vem especializando em casos como os de ansiedade, depressão, relacionamento interpessoal, autocontrole, autoconhecimento, insegurança, medo, timidez, dependência química, dependência emocional, estresse pós-traumático e luto.

Anteriormente atuou como Consultor e Avalista Psicológico do programa de saúde ocupacional da companhia de trens metropolitanos, responsável pelo diagnóstico e acompanhamento funcionários passaram por situações estressoras.

SOBRE MIM

Olá,

Você já notou que algumas pessoas conseguem se manter na maior parte do tempo felizes?! Ao mesmo tempo de outras então sempre insatisfeitas com suas conquistas, e até mesmo infelizes?

Qual a diferença entre esses dois tipos pessoas?

Encontrar a resposta para essa pergunta é mais complexo do que parece.

Acredito que individualmente a resposta para essa questão já nos foi acessível, mas conforme a vida foi no impondo dificuldades e fomos experimentando seus amargores, nos distanciamos do um dia já foi natural.

Penso que poderíamos, mesmo que com algum esforço, enxergar as pequenas possibilidades de felicidade ao realizar pequenos desejos.

Mas para isso e fundamental aceitar (não necessariamente se contentar) o que nos é possível no momento.

Saboreando cada pedaço da experiência diária, aprendendo com as vitórias e principalmente com as derrotas. Afinal, se eu não aprender com essas lições ou me perdoar por minhas falhas no passado, quando me perdoarei? E como e quando poderei ir além?

Se me permitir, posso lhe ajudar a encontrar as suas respostas para essas e várias outras perguntas. Marque sua consulta.


Psicólogo Ilcemar de Oliveira

Quer conhecer mais psicólogos?
Já somos mais de 600.