Psicóloga Julia Darwich Borges
R$ 150
Pague por:
Cartão
Pix
Transferência
50 a 60min
duração da
consulta
Atende
Adultos
Casais
Adolescentes
Idosos
Julia Darwich
Psicóloga Julia Darwich Borges
Psicóloga
CRP 19/2753
Sergipe
Ansiedade
Carreira
Compulsões
Desenvolvimento Pessoal
Fobias
LGBTQI+
Sexualidade
Terapia de Casal
Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade
Transtorno de Pânico ou Síndrome do Pânico
Transtornos Depressivos e de Humor
Violência Sexual
Psicodrama
Psicologia Organizacional e do Trabalho
R$ 150
Pague por:
Cartão
Pix
Transferência
50 a 60min
duração da
consulta
Atende
Adultos
Casais
Adolescentes
Idosos

FORMAÇÃO E CURSOS

A psicóloga Julia Darwich é graduada pela Universidade Federal de Sergipe e especialista em Psicodrama pela Profint. Tem formação em Dinâmica de Grupos, Liderança e Gestão de Pessoas e em Prevenção e Dependência de Substâncias Psicoativas. Além disso, tem diversas certificações nas áreas de psicologia do trabalho e do atendimento de mulheres e da população LGBTQIA+.

Julia trabalha como psicóloga clínica desde 2015, atendendo adolescentes e adultos nas modalidades individual e casal. Tem experiência como coordenadora de um serviço de atendimento psicoterapêutico social para mulheres em situação de vulnerabilidade desde 2017, e coordena também um projeto de eventos mensais sobre a psicologia em discussão com outras áreas.

Atualmente divide o seu tempo sendo psicoterapeuta e psicóloga do trabalho na área industrial. Julia também é psicóloga voluntária no Mapa do Acolhimento. 

SOBRE MIM

Olá! Meu nome é Julia, sou baiana e moro em Aracaju/SE há 10 anos, onde vim estudar Psicologia. Durante a pandemia da Covid-19 mergulhei de cabeça nos atendimentos online, e agora pretendo ofertar o meu trabalho para pessoas de todo o país, compartilhando por aí um pouco do que aprendi.

Fala-se muito sobre a importância de cuidar da saúde mental, mas sabemos que começar pode ser bem difícil. Como será contar a sua história para alguém completamente desconhecido? Eu também me senti assim quando comecei a fazer terapia (sim, nós também precisamos nos cuidar!), e quando decidi trocar de psicólogos algumas vezes. Não haverá um momento perfeito para isso acontecer, mas o que posso fazer aqui é te encorajar a tentar.

Fazer psicoterapia é um ato de coragem e entrega, então, é muito importante considerar que o cliente é alguém que se propôs a estar ali, naquele ambiente terapêutico, dividindo a sua história e buscando ajuda. É alguém que confia no potencial do seu trabalho e na sua competência enquanto profissional.

Eu decidi ser psicodramatista e assumi esse papel de forma integral na minha vida, inclusive fora da profissão. 

O psicodrama foi definido pelo seu criador Jacob Levy Moreno como o método que estuda as verdades existenciais através da ação. Sendo uma terapia vivencial, tem como objetivo fazer com que as pessoas possam resgatar a liberdade de poder utilizar suas próprias ferramentas para existir, trabalhar o potencial criativo para lidar com problemas, despertar a autonomia e para ser o que elas são e/ou querem ser. É claro que cada um terá um tempo diferente para estabelecer a confiança, vincular, compartilhar e fazer algum tipo de progresso, mas se identificar com a abordagem pode te deixar um passo adiante de conseguir progredir.

Espero que possamos compartilhar mais em breve!

Psicóloga Julia Darwich
Atendimento em: Português Inglês
  Vídeo online
  Presencial
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
* Horários de Brasil/Brasília
Carregando horários...

FORMAÇÃO E CURSOS

A psicóloga Julia Darwich é graduada pela Universidade Federal de Sergipe e especialista em Psicodrama pela Profint. Tem formação em Dinâmica de Grupos, Liderança e Gestão de Pessoas e em Prevenção e Dependência de Substâncias Psicoativas. Além disso, tem diversas certificações nas áreas de psicologia do trabalho e do atendimento de mulheres e da população LGBTQIA+.

Julia trabalha como psicóloga clínica desde 2015, atendendo adolescentes e adultos nas modalidades individual e casal. Tem experiência como coordenadora de um serviço de atendimento psicoterapêutico social para mulheres em situação de vulnerabilidade desde 2017, e coordena também um projeto de eventos mensais sobre a psicologia em discussão com outras áreas.

Atualmente divide o seu tempo sendo psicoterapeuta e psicóloga do trabalho na área industrial. Julia também é psicóloga voluntária no Mapa do Acolhimento. 

SOBRE MIM

Olá! Meu nome é Julia, sou baiana e moro em Aracaju/SE há 10 anos, onde vim estudar Psicologia. Durante a pandemia da Covid-19 mergulhei de cabeça nos atendimentos online, e agora pretendo ofertar o meu trabalho para pessoas de todo o país, compartilhando por aí um pouco do que aprendi.

Fala-se muito sobre a importância de cuidar da saúde mental, mas sabemos que começar pode ser bem difícil. Como será contar a sua história para alguém completamente desconhecido? Eu também me senti assim quando comecei a fazer terapia (sim, nós também precisamos nos cuidar!), e quando decidi trocar de psicólogos algumas vezes. Não haverá um momento perfeito para isso acontecer, mas o que posso fazer aqui é te encorajar a tentar.

Fazer psicoterapia é um ato de coragem e entrega, então, é muito importante considerar que o cliente é alguém que se propôs a estar ali, naquele ambiente terapêutico, dividindo a sua história e buscando ajuda. É alguém que confia no potencial do seu trabalho e na sua competência enquanto profissional.

Eu decidi ser psicodramatista e assumi esse papel de forma integral na minha vida, inclusive fora da profissão. 

O psicodrama foi definido pelo seu criador Jacob Levy Moreno como o método que estuda as verdades existenciais através da ação. Sendo uma terapia vivencial, tem como objetivo fazer com que as pessoas possam resgatar a liberdade de poder utilizar suas próprias ferramentas para existir, trabalhar o potencial criativo para lidar com problemas, despertar a autonomia e para ser o que elas são e/ou querem ser. É claro que cada um terá um tempo diferente para estabelecer a confiança, vincular, compartilhar e fazer algum tipo de progresso, mas se identificar com a abordagem pode te deixar um passo adiante de conseguir progredir.

Espero que possamos compartilhar mais em breve!

Psicóloga Julia Darwich

Quer conhecer mais psicólogos?
Já somos mais de 600.