Edgard David Batista
R$ 120
Pague por:
Cartão
Pix
Transferência
50 a 60min
duração da
consulta
Atende
Adultos
Casais
Adolescentes
Idosos
Edgard David
Edgard David Batista
Psicólogo
CRP 06/151697
São Paulo
Depressão
Estresse
Relacionamentos
Ansiedade
Adolescência
Casamento
Compulsões
Conflitos Amorosos
Estresse pós-traumático
Fobias
Hiperatividade
Síndrome de Burnout
Síndrome do Pânico
Transtorno de Estresse Agudo
Transtorno de Estresse Pós Traumático (TEPT)
Psicanálise
R$ 120
Pague por:
Cartão
Pix
Transferência
50 a 60min
duração da
consulta
Atende
Adultos
Casais
Adolescentes
Idosos

FORMAÇÃO e CURSOS

O Psicólogo Edgard David é pós-graduado em Psicanálise Clínica e está em sua segunda Pós em Psicanálise Freudo Lacaniana pelo Instituto USP. 

Atua há alguns anos com atendimentos clínicos onde usa a abordagem da Psicanálise, possui experiência no atendimento de adolescente, adultos e idosos, os quais vem especializando em casos como os de ansiedade, depressão, relacionamento interpessoal, autocontrole, autoconhecimento, insegurança, medo, timidez, dependência química, dependência emocional, estresse pós-traumático e luto.

Atua também com o público LGBT, onde participa de projetos voltados para a área social.

SOBRE MIM

Olá,

Você já parou para pensar que muito dos seus comportamentos e forma de levar a vida passam a ser de forma inconsciente que nem sempre acaba saindo da forma que se quer?

Afinal, no decorrer da vida são tantas perguntas sem respostas, quantos por quês e mal nos damos conta que tudo começa lá atrás, desde o instante que estávamos na barriga da mãe.

A famosa e velha infância, adolescência, juventude, laços sociais, vão conduzindo o sujeito por caminhos “involuntários”.

Suponho que nessa instância o sujeito terá de ter um auxílio para enxergar o que em sua existência não foi capaz de ver.

Carrego sempre os trechos históricos do filósofo Espinoza, que por sinal dizia que “a felicidade é um estado de momento que não quer que se acabe.”

O ser humano busca a tal completude, que é algo ilusório aos nossos olhos, somos seres faltosos, desejantes e por desejarmos o que nos falta, caímos sempre em ciladas, que vão exigir do sujeito ressignificações de pontos que permeiam o lado emocional.

Procurar ajuda é o primeiro passo, o segundo é se permitir, o terceiro é compreender sobre o que nos falta.

Psicólogo Edgard David
  Vídeo online
  Presencial
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
DDD
dd/mm
* Horários de Brasil/Brasília

FORMAÇÃO e CURSOS

O Psicólogo Edgard David é pós-graduado em Psicanálise Clínica e está em sua segunda Pós em Psicanálise Freudo Lacaniana pelo Instituto USP. 

Atua há alguns anos com atendimentos clínicos onde usa a abordagem da Psicanálise, possui experiência no atendimento de adolescente, adultos e idosos, os quais vem especializando em casos como os de ansiedade, depressão, relacionamento interpessoal, autocontrole, autoconhecimento, insegurança, medo, timidez, dependência química, dependência emocional, estresse pós-traumático e luto.

Atua também com o público LGBT, onde participa de projetos voltados para a área social.

SOBRE MIM

Olá,

Você já parou para pensar que muito dos seus comportamentos e forma de levar a vida passam a ser de forma inconsciente que nem sempre acaba saindo da forma que se quer?

Afinal, no decorrer da vida são tantas perguntas sem respostas, quantos por quês e mal nos damos conta que tudo começa lá atrás, desde o instante que estávamos na barriga da mãe.

A famosa e velha infância, adolescência, juventude, laços sociais, vão conduzindo o sujeito por caminhos “involuntários”.

Suponho que nessa instância o sujeito terá de ter um auxílio para enxergar o que em sua existência não foi capaz de ver.

Carrego sempre os trechos históricos do filósofo Espinoza, que por sinal dizia que “a felicidade é um estado de momento que não quer que se acabe.”

O ser humano busca a tal completude, que é algo ilusório aos nossos olhos, somos seres faltosos, desejantes e por desejarmos o que nos falta, caímos sempre em ciladas, que vão exigir do sujeito ressignificações de pontos que permeiam o lado emocional.

Procurar ajuda é o primeiro passo, o segundo é se permitir, o terceiro é compreender sobre o que nos falta.

Psicólogo Edgard David